Estratégia de Branding

Estratégia de Branding: O que é?

Estratégia de branding é uma termo que começou a ser popularizado agora em nosso país, porém não se trata de uma área tão nova assim. Apesar de muito confundido com marketing ou até mesmo com design de logo, o branding se trata de um tipo de estratégia de negócio que pode trazer vantagens totalmente diferentes em relação a estratégias mais cotidianas.
Então afinal, o que é essa tal de Estratégia de Branding?

Modelo de Gestão estratégico

Resumidamente, o branding nada mais é do que um modelo de gestão estratégico que gira em torno da marca da instituição. Veja bem, quando falamos de marca não estamos falando do logo, mas sim da percepção que essa empresa ou instituição tem no mercado. Inclusive ja abordamos um pouco neste artigo aqui.

Quando falamos de modelo de gestão, estamos falando de um padrão de negócios onde todas as tomadas de decisões da empresa serão baseadas nessa percepção de mercado, ou seja, serão sempre avaliadas para saber se agregam ou não na imagem da marca,  o que dentro do ramo é chamado de posicionamento.

Vantagens em ter uma estratégia de branding

Uma vez que entendemos que a estratégia de branding se trata de criar um modelo de gestão que se baseará na marca da instituição, já se torna possível levantar diversos pontos de vantagem que podem ser percebidos durante ou até mesmo após o projeto de branding ser aplicado, como por exemplo:

  • Facilidade na tomada de decisões;
  • A empresa passa a ter um “norte”, ou seja, objetivos mais claros e concretos;
  • Maior engajamento de sua equipe;
  • Imagem bem definida dentro do mercado;
  • Auxilia no crescimento da empresa;
  • Aumenta o índice de satisfação do seu consumidor;
  • Cria vínculo empático do consumidor com a marca;
  • Engaja o consumidor com a marca;
  • Aumenta  a influência da empresa no ramo de atuação;
  • Atrai mais investidores;
  • Torna tangível bens intangíveis da empresa;
  • Agrega valor de consumo na marca;
  • Abre a possibilidade de IPO (Initial public offering | Iniciativa de oferta pública);
  • O mais importante, gera valor financeiro para a sua marca.

Além destas vantagens o branding também garante uma melhor estabilidade no mercado. Ou seja, auxilia o empresário a atingir uma das metas mais desejáveis no empreendedorismo.

Ao contrário do que muitos pensam, o branding não se trata de uma área exclusiva para grandes empresas. Sendo assim, seja você um pequeno ou até mesmo micro empresário estreante no mercado, vale a pena analisar o investimento. Lembre-se uma marca que já começa certo, tem ainda mais chances de atingir o sucesso.

Vale lembrar ainda que, o branding apesar de promissor, não se trata de uma “receita de bolo” e como todo projeto exige tempo e dedicação. Para começar certo, busque sempre um profissional da área, analise estratégias e invista com sabedoria.

E você? Já conhecia o termo “branding”? Tem interesse em implantar essa estratégia na sua empresa? Comenta ai!

 

[dlv dl_url=”http://dbriefing.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/10/topicos.pdf” dl_text=”asdasd” ]

Akira Kawazoe

Co-fundador e CBO da dBriefing Resultados criativos. Formado em Design Gráfico, com especialização em Gestão do design e cursando MBA em Branding, Nerd, gamer e apaixonado pelo mundo das marcas . - “Um mundo sem marcas, é um mundo sem negócios”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *