Logotipo e Marca

Logotipo e Marca, qual a diferença?

Logotipo e Marca são dois termos muito confundidos no mundo dos negócios. Em geral, é normal pensarmos que ambas as palavras se tratam da mesma coisa, mas na realidade temos diferenças muito grandes entre elas.

Logotipo e Marca

Logotipo, logo ou símbolo, todos esses termos são associados ao elemento visual que representa sua instituição. Por exemplo, o desenho da maçã, para representar a Apple; as três listras, para a Adidas; o “M” do Mc Donald’s ou o Escudo da Ferrari.

Todos esses elementos são representações gráficas das empresas e nos ajudam a identificá-las em meio a seus concorrentes. Apesar de serem elementos com muita força dentro do mercado, o logotipo ou o símbolo da empresa ainda é uma coisa volátil, ou seja, pode ser alterado com o decorrer dos anos ou com a mudança de tendências do mercado.

O logotipo também auxilia na construção da sua identidade visual. Isto é, ele define padrões visuais que serão aplicados em toda sua instituição, ou seja, cores, formas, formato de letras e demais itens que podem auxiliar na identificação da sua empresa mesmo quando o logotipo não aparece. Por fim, o logotipo também pode auxiliar a proteger a individualidade da sua marca e diferenciá-la em meio a centenas de concorrentes.

Por sua vez, marca é algo muito mais complexo. Quando falamos de marca estamos falando da percepção que o consumidor tem da sua empresa. Sendo assim a marca é o conjunto de qualidades, defeitos, credibilidade, forças e fraquezas que a sua empresa possui.

Ao contrário do logotipo, a marca em si não é volátil e não costuma ser alterada com o passar dos anos, ou seja, a marca assume um posicionamento dentro do mercado e ele tende a ser permanente por décadas, se não por toda a vida da empresa.

Entendendo de forma fácil a diferença de marca e logotipo

Para simplificar o que é de fato, uma marca ou logotipo, basta fazer um exercício consigo mesmo.

Pense na sua marca favorita de carros. Agora mentalize a marca líder de maionese. Pense também na marca mais tradicional de sandálias. Note que você conseguiu consolidar 3 marcas diferentes sem a necessidade de eu expor qualquer informação sobre as mesmas. Isso se dá ao fato de que essas marcas que você pensou, já se firmaram em sua percepção esses atributos. Ou seja, assumiram um posicionamento.

Agora falando de Logotipo, vamos fazer o mesmo exercício.

Pense em um logotipo verde, com uma sereia, de uma empresa de café. Provavelmente você pensou em Starbucks. Que tal um logotipo de motocicleta, laranja, com um escudo. Harley Davidson veio a sua mente agora. Por fim, mentalize um logotipo de refrigerante, vermelho e branco. Não pensar na Coca-cola é quase impossível. Note que para que exista a percepção do logotipo é necessário dar características visuais dos mesmos, isso por que eles foram criados com base nestas características e necessitam delas para serem lembrados.

Trabalhando em conjunto

Por fim, vale lembrar que uma empresa de sucesso precisa do trabalho em conjunto de logotipo e marca. Ou seja,  a empresa precisa ter uma marca bem construída e com uma boa estratégia para que alcance um posicionamento fixo no mercado. Inclusive já falamos mais sobre esse assunto neste post aqui.

Tendo esta estratégia de marca bem consolidada a mesma deve ser transmitida visualmente através do seu logotipo e identidade visual, para que ela se fixe mais na mente de seus consumidores. Já falamos também sobre construção de logotipos neste post aqui.

Sendo assim, tendo uma marca com uma boa estratégia e um logotipo bem construído, a sua empresa passa a ter maiores chances de  ser relevante no mercado e ser realmente diferente de todas as demais concorrentes. Ou seja, passa a assumir um posicionamento forte e gerar credibilidade com o seu consumidor.

E você já sabia a diferença entre logotipo e marca? em quais marcas você pensou durante o exercício? Comenta ai! 😉

 

 

Akira Kawazoe

Co-fundador e CBO da dBriefing Resultados criativos. Formado em Design Gráfico, com especialização em Gestão do design e cursando MBA em Branding, Nerd, gamer e apaixonado pelo mundo das marcas . - “Um mundo sem marcas, é um mundo sem negócios”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *