Placa de anúncio de desconto na frente de uma loja

Como vender na Black Friday: confira 4 dicas simples

Na próxima sexta-feira, 29, o comércio brasileiro deve pegar carona em mais um costume norte-americano feito para impulsionar o consumo. Nesse contexto, lojistas e empresários se perguntam: como vender na Black Friday? Dá tempo para me preparar mesmo a poucos dias da data? Sim, há várias maneiras de aproveitar esse evento, mesmo que você tenha deixado para a última hora.

Embora recente no nosso País — a Black Friday foi realizada pela primeira vez no Brasil em 2010, com 50 estabelecimentos —, essa data já tem a adesão de muitos brasileiros. Além disso, diversas pessoas já receberam ou estão em vias de receber o 13º salário. Por esse motivo, a jornada intensiva de ofertastem mesmo um grande potencial.

Neste ano, uma das tendências apontadas pelos especialistas é um equilíbrio maior entre as vendas pela internet e as feitas em lojas físicas. Nos últimos anos, o comércio on-line predominava mais na Black Friday.

Diante disso, quem já trabalha com transações digitais pode tirar proveito do e-commerce com ofertas disponíveis nas duas versões: nos endereços reais e nos on-line.

Por outro lado, os empreendedores que ainda não operam com vendas pela internet também podem usufruir da rede mundial nesta Black Friday. Para isso, é necessário chamar a atenção para sua loja físicaem plataformas como as redes sociais. Desse modo, mesmo que seu comércio seja exclusivamente presencial, nada impede você de divulgar seus abatimentos de preços por e-mail, Facebook, WhatsApp, site e similares.

Além de ser uma forma de aumentar as vendasem novembro, essa data é um bom termômetro do comportamento do consumopara a temporada de Natal e Ano Novo. Ficou com curiosidade? Quer saber mais? Então leia neste post 4 dicas simples de como vender na Black Friday. Confira!

1. Melhore a experiência do consumidor

Uma das dicas de como vender na Black Friday tem a ver com a experiência de compra. Nesse sentido, o cliente costuma apreciar as promoções personalizadas.Por esse motivo, o e-mail marketing é uma das melhores táticas para fortalecer a marca de um jeito rápido.

Afinal, é possível elaborar mensagens diferentes para cada tipo de comprador. Desse modo, com base em contatos anteriores, você envia um conteúdo completamente customizado. Por exemplo: se uma pessoa comprou um tênis há seis meses, envie suas promoções desse item na Black Friday. Depois de um semestre inteiro, talvez esteja na hora de o cliente renovar seus calçados esportivos. Além disso, divulgue promoções de itens correlatos: meias, shorts, camisetas etc.

2. Amplie sua presença nos canais de comunicação

Mais um ponto importante de como vender na Black Friday: ter canais de contato variados e com conexão entre si. Por esse motivo, é indispensável pensar em uma presença omnichannel. Desse modo, além de estar em vários meios diferentes, ofereça integração entre eles.

Assim, tenha links no Facebook que levem o cliente ao site da empresa, ao Instagram, ao WhatsApp e assim sucessivamente. Nas lojas físicas, disponibilize Wi-Fi para que o público possa acessar suas redes sem problemas. Com essa tática, suas promoções da Black Friday vão se propagar muito mais.

3. Prepare seu time

Com pouco tempo para o grande dia, suas estratégias devem ser muito focadas. Diante disso, será necessário um atendimento rápido e eficiente.

Por essa razão, faça uma lista com os principais produtosque você pretende colocar em oferta. Em seguida, prepare um informativo sobre essas mercadorias e distribua para sua equipe. Assim, os funcionários ficarão bem afiados sobre as vantagens desses artigos. Além disso,amplie um pouco a comissão dos vendedorespara tais itens.

Mais uma possibilidade é fazer uma competição: o colaborador que vender mais na Black Friday receberá um prêmio.Essa recompensa pode ser em dinheiro, em folga ou até em aquisição dos produtos da loja com mais descontos.

Outra providência importante nesta semana: reforce a escalanos períodos noturnos, quando o movimento costuma aumentar. Lembre-se ainda de designar mais trabalhadores para os caixas a fim de evitar filas enormes.

4. Dê descontos de forma honesta

Quando falamos em como vender na Black Friday nenhum atrativo será mais poderoso do que os descontos. Desse modo, as promoções são fundamentais até para a estratégia competitivadurante o evento. Afinal, sua concorrência provavelmente também está de olho nessa oportunidade.

Além disso, uma tentativa de enganar o público pode arranhar a sua reputação.Por exemplo: uma pesquisa feita na Black Friday de 2018 chegou à conclusão de que 61% dos consumidoresficaram decepcionados com os preços da famosa sexta-feira negra. Ou seja, muitos clientes sentiram que a promoção não era de fato muito diferentedo valor cobrado em outras épocas.

Por isso, tenha cuidado porque uma Black Friday malfeita é capaz de trazer resultados negativos, como a perda de clientes fiéis. Assim, prefira colocar em oferta os itens encalhados no estoque e aqueles que você consiga dar um abatimento mais expressivo de preço. Se não for possível, é melhor não participar da Black Friday do que ter a imagem afetada.

Portanto, descobrir como vender na Black Friday não é difícil nem muito menos impossível. Assim, com um pouquinho de organização, você conseguirá se beneficiar desse evento e expandir suas vendas. Além disso, parte desse lucro pode ser aplicado como capital de giro no Natal, quando o consumo de fato ferve no nosso país. E aí? Gostou das nossas dicas? Que tal começar agora mesmo? Então compartilhe este conteúdo com seus colabores!

Siga-nos nas Redes Sociais e Compartilhe:
error0

Gardênia Nunes

Analista de Marketing da dBriefing Resultados criativos. Formada em Design Gráfico, especializada em Marketing digital com foco em estratégia e resultados. Amante da cultura pop, filmes e chocolate. - “Resultado de verdade é aquele que funciona”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *