mulher em escritório pensando

Quando devo atualizar a minha marca?

Na história das empresas é comum que, em determinado momento, aconteça uma atualização da marca. Isso porque transformações sociais e do próprio mercado acabam reforçando essa ideia. Mas, nem tudo deve ser feito com base em achismos. Renovar logotipo, por exemplo, demanda uma série de cuidados para que as alterações surtam o efeito esperado.

Se você está se perguntando qual o melhor momento para promover a mudança a primeira dica é refletir sobre o que motivou esse pensamento. A marca não tem uma boa aceitação? Na sua opinião ela não segue a proposta da sua empresa?

Essas respostas são importantes para que, junto com uma equipe especializada, você defina o momento certo e quais adequações devem ser realizadas.

É mesmo preciso renovar logotipo

Ainda que você tenha respondido sim para as questões anteriores é importante saber que renovar logotipo talvez não seja a única solução. O desenho representa a empresa e, dessa forma, fazer qualquer modificação vai gerar uma reação do mercado e seu público.

Por exemplo: se a sua marca preza pela tradição do que comercializa, mudar o logotipo para seguir as novas tendências, pode descaracterizar a mensagem. Dessa maneira, é legal pensar em pequenos ajustes para que não perca a essência da sua marca, mas ainda assim muito bem estudados por uma equipe especializada.

Por outro lado, uma empresa que preza pela inovação e deseja estar alinhada com cada mudança de geração, certamente pode renovar logotipo com mais frequência, a cada três anos em média.

Sendo assim, é importante considerar o segmento de atuação da empresa, os seus objetivos, a maneira como está posicionada no mercado e o seu público consumidor.

Qual o momento certo para fazer a atuação

Aqui vale ressaltar os motivos e não exatamente um marco temporal. O primeiro deles é quando o seu logotipo está mal feito. Isso pode ter acontecido porque na época você tinha pouco investimento ou então não viu outras referências para fazer uma comparação.

Erros técnicos no desenho também são outro motivo para renovar logotipo. Nesse caso a mudança nem é tão significativa, mas pode trazer um resultado bastante positivo para a forma como a marca será revista no mercado.

Outro motivo – e esse certamente demanda mudança – é quando a marca não reflete mais a identidade da empresa. Isso pode ocorrer porque houve alteração nos serviços ou produtos oferecidos. Ou ainda, segue um padrão obsoleto que é rejeitado pelo público.

A importância de contar com uma equipe profissional

Em geral, as grandes corporações estão acostumadas a contar com uma agência especializada em Design Gráfico. Mas, se você tem um negócio de porte menor e também se preocupa com a marca da sua empresa, deve procurar por um profissional para possíveis modificações.

Um erro bem comum é tentar comprar o logo na internet, certamente existe um grande risco de que outras empresas tenham comprado o mesmo ou utilizado um desenho muito parecido. Essa é típica situação em que o barato sai caro.

Uma equipe especializada, por sua vez, não vai simplesmente criar um desenho, mas refletir afundo sobre a empresa: o seu segmento de atuação, tipos de serviços e/ou produtos oferecidos, clientes, concorrentes. O logotipo deve estar totalmente alinhado a todas essas questões para que passe a mensagem adequada.

Mostramos neste artigo que renovar logotipo demanda reflexão e a consultoria de uma equipe especializada . É preciso que as mudanças estejam respaldadas em elementos que as justifiquem, como erros técnicos e falta de compatibilidade com a identidade da empresa. Marcas como a Coca-Cola, por exemplo, já tentaram transformações radicais que foram rejeitadas. Ainda assim, com o passar dos anos, faz pequenas readequações, unindo tradição às novas tendências.

 Gostou do nosso conteúdo, compartilhe.

Akira Kawazoe

Co-fundador e CBO da dBriefing Resultados criativos. Formado em Design Gráfico, com especialização em Gestão do design e cursando MBA em Branding, Nerd, gamer e apaixonado pelo mundo das marcas . - “Um mundo sem marcas, é um mundo sem negócios”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *