o que é mailing

O que é mailing? Descubra como fazer essa lista!

A comunicação com os consumidores e potenciais clientes é essencial para qualquer negócio. Mas, é importante que esse contato se estabeleça com base em estratégias de marketing devidamente fundamentadas. Nesse sentido, um dos principais passos é a construção do mailing.

Mas afinal, o que é mailing? Grosso modo, trata-se de um conjunto de e-mails, agrupados de acordo com o público de interesse da empresa. Explicando dessa maneira pode parecer algo muito fácil de se fazer, mas não é bem assim.

A seguir vamos aprofundar um pouco mais o tema para que você monte um mailing realmente eficiente. Confira!

Então, o que é mailing?

Muito provavelmente você já deve ter ouvido falar em mailing. Mas, de qualquer forma, vale ressaltar que trata-se de uma lista de contatos, com endereços de e-mail dos clientes, ex-clientes e potenciais consumidores.

Ao contrário do que alguns possam imaginar, o termo não apareceu com a internet. Sua origem é a palavra inglesa mail, que significa correio. Ou seja, um serviço bastante antigo e difundido no mundo.

O uso da palavra no gerúndio, mailing, traduz o ato de despachar uma correspondência, entre produtos ou mensagens e por isso é tão disseminado na comunicação.

Por que você precisa ter um mailing

É difícil encontrar alguém que não tenha ao menos um e-mail cadastrado. Afinal, ele serve não só para contatos pessoais e profissionais como para o acesso em redes sociais e plataformas de compras, por exemplo.

Dessa maneira, podemos concluir que toda empresa precisa de um mailing, uma vez que será uma das formas mais fáceis e ágeis de entrar em contato com os clientes.

É válido esclarecer que o mailing também está relacionado a outras listagens como números de telefones para o contato via telemarketing, por exemplo.  

Como criar um mailing que converta em clientes

Agora que você já sabe o que é mailing será necessário entender como criar uma lista efetiva, ou seja, que converta em clientes. Nesse sentido é importante contar com uma ferramenta de automação e existem várias no mercado.

Esse recurso será importante, por exemplo, para capturar os contatos, gerenciar os endereços eletrônicos, customizar as mensagens, manter o relacionamento com o público e programar envio de campanhas.

Depois é importante que se faça um backup dessas listas e que elas sejam atualizadas de tempos em tempos para ter um mailing que realmente cumpre a função de comunicar e converter clientes.

Como fazer uma segmentação

Um aspecto bastante importante da construção de um mailing é a sua segmentação. Isso significa separar os contatos de acordo com as estratégias de marketing.

Para ficar mais fácil, se você tem uma campanha sobre o lançamento de um novo produto, vale utilizar o seu mailing geral, formado por clientes ativos, ou seja, que têm o interesse direto nos seus serviços.

Mas, dentro dessa segmentação, se o novo produto for direcionado para mulheres, por exemplo, você pode criar um mailing apenas com os contatos femininos da sua lista. Além do gênero, a lista pode ter como foco idade, profissão, território, entre outros aspectos.

Erros que você não deve cometer ao adotar essa estratégia

Um dos erros mais comuns de mailing é considerá-lo apenas para o envio de ofertas. Apesar de muitos clientes gostarem da mensagem, pode ser algo maçante. Por isso a recomendação é alternar com outros tipos de mensagem como o envio de um e-book.

Outro erro muito grave é não segmentar o seu mailing. Como explicamos anteriormente, a segmentação acompanha os objetivos da comunicação e dessa forma segue para o grupo de real interesse da campanha.

Afinal, enviar mensagens sem sentido pode gerar o efeito reverso: a perda de clientes.

A importância de nunca comprar uma lista de e-mails

Uma regra básica do marketing é o envio de e-mails apenas para quem deseja recebê-los. Por isso comprar uma lista pronta, apesar de parecer um caminho fácil, pode não ter o resultado esperado.

Dificilmente as pessoas ficarão satisfeitas em receber mensagens de empresas com as quais não possuem qualquer identificação ou tiveram contato. É provável que se sintam importunadas e ainda há grandes chances do e-mail parar na caixa de spam.

Para que uma estratégia de marketing alcance bons resultados é preciso de técnica e dados, incluindo a formatação de uma lista de contatos efetivas. Então, se você não entendia exatamente o que é um mailing sabe agora que esta lista é fundamental para converter clientes e fidelizar os que já existem, ajudando a aquecer os negócios.

Depois de saber mais sobre mailings, confira como investir em mídia paga e por onde começar.

Gardênia Nunes

Analista de Marketing da dBriefing Resultados criativos. Formada em Design Gráfico, especializada em Marketing digital com foco em estratégia e resultados. Amante da cultura pop, filmes e chocolate. - “Resultado de verdade é aquele que funciona”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *