arte sobre arquitetura de marca com gráficos e organogramas

O que é arquitetura de marca

Desenvolver uma marca é algo complexo e que exige muito estudo para que a empresa se estabeleça no mercado. Afinal, será por meio dela que o público identificará os produtos e serviços oferecidos.

Outro ponto importante é montar a arquitetura de marca, que vai variar de acordo com o portfólio de produtos da empresa, bem como o seu segmento de atuação. Compreender esse conceito será fundamental para as estratégias de marketing e, por consequência a comunicação adequada com o público.

A seguir vamos explorar o tema, a fim de que a sua empresa alcance um bom posicionamento no mercado. Olha só:

O que é marca?

Antes de abordar a arquitetura de marca é essencial entender o que é uma marca. O conceito é complexo e abrangente, mas, grosso modo, trata-se da percepção que o público possui de uma empresa.

A marca se refere ao conjunto de qualidades, defeitos, credibilidade, forças e fraquezas que o negócio possui. Seu posicionamento no mercado tende a ser permanente por muitos anos e até mesmo por toda a vida da empresa/instituição.

O conceito de arquitetura de marca e sua importância

O conceito de arquitetura de marca envolve a forma como uma empresa estabelece a estrutura e os nomes de suas marcas, bem como a relação entre elas. É a organização do portfólio de produtos ou serviços oferecidos por uma organização.

Nesse sentido, a arquitetura de marca estuda as melhores estratégias para oferecer sinergia entre as marcas. Além disso, também define o desenho e o nome de cada uma para que elas consigam se sustentar no mercado.

Compreender esse conceito é de suma importância para que o público identifique que todas aquelas marcas pertencem a mesma empresa, contribuindo para o posicionamento da organização no mercado.

Tipos de arquitetura de marca

Vale esclarecer que existem vários tipos de arquitetura de marca e não há um melhor que outro. A definição do modelo dependerá das estratégias estabelecidas pela empresa. Confira três deles:

Endossada

Nesse modelo de arquitetura as submarcas de uma empresa estão conectadas por meio de um endosso, ou seja, o público sabe que elas pertencem a uma única corporação. Essa comunicação pode ser visual ou verbal.

Assim, existem semelhanças com a marca guarda-chuva, que está acima das demais. Um bom exemplo é a Nestle que aparece, inclusive como elemento no nome nos produtos: Nescau, Nesfit, Nescafé.

Esse tipo de arquitetura permite que os investimentos em comunicação sejam aproveitados, mesmo que parcialmente, entre as submarcas. Afinal, a popularidade da marca-mãe pode ajudar bastante no lançamento e boa reputação de novos produtos.

Monolítica

No  formato monolítica  o nome corporativo estará presente em todos os produtos e/ou serviços. Assim, todas as marcas da empresa possuem o mesmo símbolo de identificação. A empresa FedEx atua dessa forma.

Nesse modelo o investimento em comunicação contempla todas as marcas, já que ao divulgar um dos produtos da empresa, os demais, por possuírem a mesma identificação, também serão reconhecidos.

Esse tipo de arquitetura, no entanto, tem uma desvantagem. Se algum produto ou serviço tiver a imagem ‘arranhada’, todas as marcas do grupo sofrerão esse impacto negativo.

Independente

A arquitetura independente acontece quando cada produto tem uma marca individual, pensada em seu público-alvo. Assim, as marcas são controladas por uma holding e não apresentam semelhança entre si. A P&G é um exemplo.

Neste caso o investimento será mais elevado, exigindo a diluição do budget disponível entre as marcas. Isso pode gerar um resultado menor de maneira geral e também independente.

Do outro lado, se houver algum impacto negativo envolvendo uma das marcas do grupo, as demais não terão a sua imagem associada ao ocorrido.

Agora você já sabe da importância de conhecer e estabelecer um tipo de arquitetura de marca para sua empresa. Isso será fundamental para o posicionamento e relacionamento com os  consumidores. Nessa construção vale contar com o apoio de uma agência de branding que possa apresentar as melhores soluções e estratégias.

Depois de conferir sobre arquitetura de marca, saiba mais também sobre a importância do branding.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *